QS 01, Rua 210 lote 18, Águas Claras - DF, CEP: 72030-120

+55 (61) 3563-1314

 
Especialistas sugerem vinhos para harmonizar com todos os pratos da ceia de Natal

Especialistas sugerem vinhos para harmonizar com todos os pratos da ceia de Natal


PRATO PRINCIPAL

Peru, mix de grãos, queijos, frutas secas e frescas, saladas, legumes, arroz com amêndoas e uvas passas

Champagne Perrier-Jouët Grand Brut: "Devido à sua leveza e refrescância, Perrier-Jouët Grand Brut, champagne não safrado, será a escolha ideal com mix de grãos, queijos, frutas frescas e secas, saladas, legumes e também aves, peixes brancos e frutos do mar. A presença marcante da uva Chardonnay revela a sua elegância com notas de frutas cítricas e flores brancas e ficará uma delicia com o tradicional peru de Natal", diz Fabyola.

Mosel St. Riesling 2011: Segundo Sonia, as aves são carnes mais leves e de sabor mais delicado. "O que dá o tom são os temperos, então se for o peru com cebola, alho e ervas, o ideal são vinhos mais leves, que podem ser bem frutados e aromáticos para ressaltar o sabor mais delicado das aves e dos temperos. Vinhos muito encorpados vão se sobressair ao prato, lembrando sempre que a palavra de ordem é harmonizar!"

Borgonha Meursault Maison de la Cabotte: "Um vinho de corpo médio, com bom frescor e textura macia, esse Meursault vai muito bem com carnes magras e macias como as das aves. A combinação fica ainda melhor com temperos mais suaves, que não brigam com a sutileza desse rótulo", afirma André.

- Pernil de cordeiro assado com frutas vermelhas, chester, tender, lombo de bacalhau

Champagne Perrier-Jouët Blason Rosé: "Que tal um pouco mais de estrutura? Perrier-Jouët Blason Rosé é composto de uma pequena porcentagem de vinho tinto de Pinot Noir, o que dá a estrutura que aliada à sua equilibrada acidez e longa persistência, fazem que este champagne seja extremamente vivo e gourmet, com notas de frutas vermelhas e amarelas que amplificarão todos os sabores destes pratos que são mais suculentos."

Ciconia Rosé 2013: "O tender é uma carne macia, suculenta e com leve toque defumado. As receitas tradicionais costumam ainda levar frutas, como o abacaxi e cravo-da-índia. Os aromas e sabores são mais complexos trazem toques levemente adocicados. A sugestão vai para um branco da uva Gewurztraminer, bastante aromático, ou também um rosé, que tem um pouco mais de corpo que os brancos e são bastante aromáticos e frutados, combinando bem com o caráter mais exótico do tender. Entre os tintos, vale a mesma regra de tintos mais leves e frutados, e aqui entram também os que trazem toques de especiarias, como o Merlot."

Bordeaux Château Poujeaux La Salle 2007: "A preparação com carne suína pode ser harmonizada com brancos ou tintos. Para quem não abre mão de um vinho tinto, um bordeaux mais suave como este é uma boa opção. De corpo médio e já com alguma evolução, o Chateau Poujeaux tem aromas que casam bem com o defumado do tender. Se a preparação for ao forno, com um tempero suave, como manteiga e ervas, a combinação fica ainda melhor."

SOBREMESA


- Bolo de nozes ou panetone com frutas cristalizadas


Champagne Perrier-Jouët Belle Epoque Brut: "Uma sugestão diferenciada seria brindar a sobremesa com um champagne safrado. Esses vinhos são produzidos somente em anos excepcionais e amadurecem por longos anos, antes de serem lançados no mercado. O resultado é uma bebida intensa, com sabores ainda mais complexos, cremosos e persistentes, com notas de mel, gengibre, nozes e amêndoas tostadas."

Topacio Colheita Tardia 2011: A harmonização de sobremesas segue as mesmas regras dos pratos salgados, considerando pesos, ingredientes e preparos. Mas atenção, os vinhos deverão ser sempre doces. No caso dos secos, a doçura da sobremesa vai se sobressair e mudar completamente o paladar do vinho. Pavês e bolos à base de castanhas, nozes e outras frutas secas traz doçura, então, a pedida são os vinhos de Colheita Tardia ou Late Harvest, doces, untuosos e com frescor da acidez para equilibrar com a doçura, sem que fique enjoativo.

Vin Santo Castello Della Paneretta 2006: "O vin santo é uma combinação clássica com o Cantucci, um biscoto italiano que leva amêndoas. As nozes servem de componente para essa ponte, que revela uma combinação incrível. A doçura do vinho também harmoniza com sobremesas mais doces, pois a bebida não será anulada pelo sabor da sobremesa."

 

QS 01, Rua 210 lote 18, Águas Claras - DF, CEP: 71950-770

+55 (61) 3563-1314 / (61) 3563-4776 / (61) 3562-2064

Facebook
Realizado por Amplitude Web.