QS 01, Rua 210 lote 18, Águas Claras - DF, CEP: 72030-120

+55 (61) 3563-1314

 
Máquinas impulsionam negócio de doces e salgados 'premium'

Máquinas impulsionam negócio de doces e salgados 'premium'

Com máquinas de fazer doces e salgados em escala, empreendedores usam a criatividade e transformam produtos populares em “premium”, como minichurros, brigadeiros finos, éclairs franceses e até minicoxinha com recheio doce. Com a facilidade dos equipamentos que, dependendo do modelo, chegam a produzir até 19 mil unidades por hora, os empresários ampliam as vendas e expandem negócios.
As máquinas podem custar a partir de R$ 19 mil e foram novidades na Fipan 2014, a Feira Internacional de Panificação, Confeitaria e Varejo Independente de Alimentos, que ocorreu no Expo Center Norte, em São Paulo.

Uma das empresas que fabrica as máquinas é a Bralyx. O gerente de vendas Alexandre Cardoso explica que as máquinas que fazem os produtos padrão são as mesmas, mas cabe ao empreendedor personalizar seu negócio. “Damos todo o suporte para o cliente adaptar o seu produto”, explica.
Uma das máquinas, por exemplo, faz desde doces como cupcakes e biscoitos amantegados a macarrons e pães de queijo. São produzidas até 7,5 mil unidades por hora e ela custa a partir de R$ 47 mil.
O equipamento que faz doces como brigadeiros e beijinhos custa a partir de R$ 36 mil.
Há ainda um para coxinhas e salgadinhos em geral, que faz de 2 mil a 19 mil unidades por hora e custa a partir de R$ 23 mil.
A fabricante MCI também produz os equipamentos para fazer doces e salgados, como máquinas de risóles, esfihas e docinhos de confeitaria. Uma delas, por exemplo, faz até 1 mil salgados por hora e custa R$ 19,8 mil (um recheio) ou R$ 21,9 mil (dois recheios).

" No final de 2012 surgiu a oportunidade de a gente começar a expandir o negócio através de uma segunda loja (...). A gente começou a procurar máquinas e fizemos vários testes e hoje a mesma receita eu faço em vários equipamentos, não altera sabor”, explicou Bruno. Atualmente a rede têm quatro lojas na capital paulista que vendem brigadeiros de 70 sabores, bolos, entre outros.

A máquina de fazer doces também auxilia o empreendedor Edward Davies, de 29 anos, um dos sócios da Éclair Moi Paris, especializada na venda de éclairs franceses inaugurada neste mês em São Paulo. Ele e a irmã, Nathalie Davies, de 48 anos, perceberam que a máquina não só ajudava na produção das éclairs como padronizava o produto.
"Se for feito manualmente, sai cada uma de um jeito. Com a máquina, a gente consegue um padrão uniforme entre todas elas, o que para a gente é muito importante. Eu tenho controle maior na produção”, explica Edward.
Foram criados 15 sabores, entre doces e salgados, como chocolate, café, caramelo com manteiga, baunilha, morango, chantilly, manga, pistache, paçoquinha (adaptação para o público brasileiro), presunto e queijo, queijo e tomate seco, creme de fígado e salmão com maçã verde. Cada um custa R$ 15.

 

QS 01, Rua 210 lote 18, Águas Claras - DF, CEP: 71950-770

+55 (61) 3563-1314 / (61) 3563-4776 / (61) 3562-2064

Facebook
Realizado por Amplitude Web.