QS 01, Rua 210 lote 18, Águas Claras - DF, CEP: 72030-120

+55 (61) 3563-1314

 
Padarias apostam no gosto regional

Padarias apostam no gosto regional

     Bolo de batata, milho e macaxeira, pães e doces temáticos em relação ao futebol são inovações previstas pelo setor. Quem também não quer perder esse filão da Copa do Mundo é o setor da panificação. Até pão em formato de bola já foi produzido para atrair os amantes do futebol na hora da fome.Objetivo é mesclar sabores locais com chocolate, por exemplo, que é um alimento mundial.

     De acordo com o gestor estadual de projetos industriais do Sebrae-CE, durante a Copa do Mundo, serão vendidos sanduíches que terão esse aspecto visual inusitado e totalmente identificado com bola.

       Segundo ele, a ideia é vender o combo do produto, agregando à comercialização de sucos naturais, feitos com frutas regionais. "Interessante é oferecer esse mix. Estamos aceitando sugestões para a fase de formulação desses sanduíches", falou.

Outros diferenciais

Na opinião do presidente Sindicato das Panificadoras e Confeitarias do Ceará (Sindipan-CE), Lauro Martins, o sanduíche será um diferencial das panificadoras, que já será testado na Copa das Confederações no ano que vem. Contudo, haverá outras formas de fisgar o cliente.

"Estamos treinando nosso pessoal na questão do atendimento. Cerca de oito estabelecimentos já estão inseridos nesse projeto (entre 80 e 100 funcionários capacitados). Algumas padarias farão reformas e ampliações. Teremos também decorações alusivas e vamos agregar novas refeições, sempre com ingredientes regionais", comenta, ressaltando o fato do setor estar preparado para os horários alternativos, com foco no público estrangeiro.

Gosto pelo local

Segundo Lauro Martins, o pão em formato de bola de futebol será um grande chamariz de outros produtos locais já bem conhecidos dos cearenses, mas que poderão ser experimentados pelos turistas.

"A gente já está pensando nas sobremesas, bolos, e toda essa parte de doces identificados com a Copa, mas também com o gosto regional. É o caso da macaxeira, batata doce, milho, pé de moleque. Queremos dar uma incrementada, com um visual diferente. Misturar com chocolate, por exemplo, para atrair", avalia, ressaltando que essa mescla é importante para o turista.

Mercado aquecido

O presidente do Sindipan-CE estima que o crescimento do segmento de panificação seja duplicado durante a Copa do Brasil. "Estamos esperando um aquecimento bem superior aos 12% de média por ano que temos obtido. A projeção é chegar ao dobro disso", avalia Lauro. (ISJ)

Consumidor diferenciado pode mudar hábitos

Na busca das melhores oportunidades é melhor trabalhar junto do que sozinho. Nesta semana, representantes do Sindicato das Panificadoras e Confeitarias do Estado (Sindipan-CE) e da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Ceará (Abrasel-CE), fecharam um acordo que pretende ir além de oferecer um diferencial para turistas: quer, também, mudar os hábitos dos fortalezenses.

"A ideia é oferecer o pão antes da refeição principal dos restaurantes", explica Lauro Martins, presidente do Sindipan, salientando que há 40 estabelecimentos de cada associação prontificados para estabelecer a parceria.

"Já que vamos ter vários europeus aqui, e esse é um costume do velho continente, vamos tentar disponibilizar esse produto nos bares e restaurantes", conta Ivan Assunção, presidente da Abrasel. Segundo Ivan, o objetivo também é inserir esse hábito no consumidor local. "Cada panificadora vai adotar um restaurante", diz, acrescentando que os menus também sofreram mudanças. "Os cardápios serão traduzidos em pelo menos três ou quatro línguas para facilitar os pedidos", antecipa. (ISJ) 

 

QS 01, Rua 210 lote 18, Águas Claras - DF, CEP: 71950-770

+55 (61) 3563-1314 / (61) 3563-4776 / (61) 3562-2064

Facebook
Realizado por Amplitude Web.