QS 01, Rua 210 lote 18, Águas Claras - DF, CEP: 72030-120

+55 (61) 3563-1314

 
Padarias usam  orgânico para atrair clientes

Padarias usam orgânico para atrair clientes

O tradicional pãozinho ganhou cara nova em algumas padarias artesanais de luxo de São Paulo (SP), as chamadas "boulangeries". Variedades com nozes, cereais e frutas secas, como figo e damasco, começam a conquistar o paladar dos consumidores.

Devido à sofisticação nas receitas –os pães são produzidos com ingredientes orgânicos e fermentação natural–, estes produtos começaram a ser chamados de pães gourmet. Há empresas que investem até R$ 2 milhões para entrar nesse mercado. Os pães são feitos com fermentação natural. Esse fermento é produzido pelo próprio padeiro com água e farinha. Bactérias e fungos presentes no ar são os responsáveis por fazer o pão crescer. Todos os dias, o fermento precisa ser alimentado com mais farinha e água.

Como resultado da fermentação natural, o pão fica com uma massa mais crocante e com o miolo macio, além de ser mais saudável. "O fermento químico pode continuar em fermentação ainda no estômago da pessoa, causando desconforto", afirma.

A padaria produz 25 tipos de pães, e o carro-chefe é a baguete (R$ 6,50). Por mês são vendidas 25 mil unidades do produto. 

Alguns deles, como o "challah" (trançado de origem judaica), são vendidos apenas nos fins de semana, quando aumenta o movimento na loja. Outras variedades têm preços entre R$ 1,50 e R$ 36,90, dependendo do peso. Os itens mais vendidos são o pão de grãos (girassol, gergelim e linhaça), o pão de nozes com figo seco, e o pão com amêndoas e damasco. Os preços variam de R$ 5 a R$ 15 por 500 gramas. 

 

QS 01, Rua 210 lote 18, Águas Claras - DF, CEP: 71950-770

+55 (61) 3563-1314 / (61) 3563-4776 / (61) 3562-2064

Facebook
Realizado por Amplitude Web.